Perguntas Frequentes
Filtros de Óleo
 
O que é um filtro para óleo lubrificante?
É um conjunto formado por tampa, caneca, elemento filtrante, válvulas e juntas de vedação, cuja peça tem um sentido de entrada e saída do óleo, fazendo parte do sistema de lubrificação.
 
Como funciona o filtro para óleo lubrificante?
O filtro funciona preso diretamente ao bloco do motor ou a uma tubulação que circula óleo bombeado pela bomba que é ligada ao movimento de rotação do motor.
 
Como é o processo da filtragem do óleo nos filtros?
Através da pressão da bomba, o óleo passa pelo meio filtrante que pode ser de superfície ou de profundidade, onde ficam retidas as impurezas.
 
Quantos sistemas de filtragem existem nos motores?
Existem dois sistemas:
a) O sistema de fluxo total, no qual o óleo bombeado passa pelo filtro, lubrifica as partes do motor e retorna para o cárter (reservatório do óleo).
b) O sistema de fluxo parcial, no qual uma porcentagem entre 10% e 20% do óleo passa pelo filtro. A maior parte retorna ao cárter através de um "by pass" na bomba do óleo, que mantém equilibrada a pressão do sistema.
 
Qual a pressão de lubrificação dos sistemas nos motores?
A pressão, em média, varia em torno de 4.5 kgf/cm² a 7.0 kgf/cm², em condições normais, nunca ultrapassando os 7 kgf/cm², que é a regulagem de abertura do "by pass" da bomba. Se o mesmo emperrar, a pressão irá subir até que um ponto do sistema se rompa. Normalmente, acontece com o filtro que funciona como um fusível, para não romper partes mais caras do motor.
 
Como funciona a luz do óleo instalada no painel dos carros?
A luz está ligada a um interruptor conhecido como "cebolinha do óleo", que tem os contatos normalmente fechados (mantém a luz acesa na ausência da pressão do óleo) e que se abre com a pressão do óleo (apagando-se a luz).
 
A luz do óleo está acendendo e apagando com o motor ligado. O que pode estar acontecendo?
Existem várias causas para isto. Entre as principais, encontram-se:
a) Nível muito baixo do óleo. Em uma curva já se percebe.
b) Filtro entupido: não passa óleo.
c) Defeito na bomba de óleo: não manda o óleo.
d) Peneira do pescador da bomba do óleo entupida: não passa o óleo.
e) Defeito da "cebolinha": mola fraca e contatos.
 
O que é válvula de alívio? Como funciona?
É um acessório composto por uma mola, um alojamento e uma vedação, que permite a passagem do óleo do meio externo para o meio interno do elemento filtrante. Esta válvula funciona por diferença de pressão entre a entrada do óleo sujo e a saída do óleo filtrado.
 
Quais as condições em que a válvula de alívio abre?
Em duas condições:
a) Em uma partida com o motor frio, em regiões de baixa temperatura, a alta viscosidade do óleo cria um diferencial de pressão, fazendo com que se abra a válvula e uma parte do óleo passe por ela, sem filtrar. Assim que é restabelecida a temperatura, a válvula fecha-se e o óleo só passa pelo elemento filtrante.
b) Em um diferencial provocado pelo entupimento do elemento filtrante, quando não se faz a troca regularmente: a válvula abre e permanece aberta até a troca do filtro, ocasionando desgaste prematuro do motor.
 
Todo sistema tem válvula de alívio?
Sim. Todo sistema tem uma ou duas válvulas. Uma no elemento filtrante, outra no bloco do motor ou cabeçote, onde é rosqueado o filtro.
 
O que é a válvula anti-retorno? Como funciona?
É um acessório que impede o retorno do óleo para o cárter quando se desliga o motor, mantendo o filtro e os canais cheios, favorecendo a lubrificação na partida seguinte. O funcionamento mais comum é por diafragma, que fecha com o peso do óleo. Alguns modelos fecham sob ação de mola.
 
Todos os filtros para óleo lubrificante têm válvula anti-retorno?
Nem todo filtro tem válvula. Quando a posição do filtro e o sistema exigirem a mesma, pode ser colocada no circuito da bomba do óleo, como na linha GM.
 
Quais as principais características de um filtro?
As principais características são:
a) Retirar as impurezas sólidas e abrasivas em circulação do óleo.
b) Permitir a vazão do óleo com a menor perda de carga possível.
c) Atender o período de troca estabelecido pelo fabricante do veículo, sem comprometer o funcionamento do motor.
 
O filtro blindado pode ser apertado com ferramenta tipo cinta ou corrente?
O filtro não deve ser apertado com ferramentas. Devem ser obedecidas as instruções de montagem.
 
Pode ser usada graxa na junta do filtro?
Não é recomendado o uso de graxa. Usar somente óleo lubrificante.
 
Por que é recomendado encher o filtro com óleo antes da montagem?
Para reduzir o tempo que o óleo leva para atingir as partes mais altas do motor.
 
Quando não sobe óleo para o filtro, o que fazer?
Na troca do óleo e filtro juntos, pode acontecer um vácuo, que é a entrada de ar no sistema. Isto impede que a bomba puxe o óleo. Neste caso, desligue o motor imediatamente. Afrouxe o filtro da base, até permitir um pequeno vão. Retirar o cabo da bobina ou cabo da ignição, para que o motor não arranque. Dar toques na partida até que o óleo chegue ao filtro. Apertar novamente, completar o óleo, reinstalar o cabo da bobina e dar partida. Verificar se a luz indicadora apaga.
 
Como a troca do óleo sintético é estipulada para 40.000 km, o filtro poderá ser trocado também com esta quilometragem?
O filtro não poderá ser trocado com esta quilometragem, sem que seja feito um acompanhamento e sejam realizados testes no óleo. Seguir sempre as orientações do fabricante do veículo.
 
O que ocorre no motor se for usado um filtro desenvolvido fora dos padrões especificados pela montadora?
Ocorrem danos a curto e longo prazo, tais como: falta de lubrificação, passagem de impurezas, desgaste prematuro do motor, entupimento de galerias de lubrificação, etc.
 
Quais as impurezas que ocasionam o entupimento do filtro do óleo lubrificante?
As impurezas são:
a) O carvão gerado pela queima do combustível.
b) Os resíduos provocados pelo desgaste normal das partes móveis do motor.
c) As borras geradas por um lubrificante de má qualidade.
d) As do meio externo, encontradas no ar e no combustível.

Fechar janela