Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48IC-logoutIC-upIcon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist
Saude do rebanho na era digital

Saúde do rebanho na era digital

Solução de monitoramento para evitar deterioração de vacinas

Tempo de leitura: 2 minutos

Não basta somente manter as vacinas em dia, é essencial armazená-las e transportá-las adequadamente para que tenham plena eficácia quando aplicadas. Afinal, muita exposição ao calor, ao frio extremo ou à luz em qualquer etapa da cadeia pode danificá-las, resultando na perda de sua potência.

US$ 13,96 bilhões

É a perda estimada na pecuária bovina com os principais parasitas do gado, segundo a Embrapa.

Zelar pela saúde do gado é uma das maiores preocupações do pecuarista. Caso um animal adoeça, perde-se o tempo de engorda, gasta-se com tratamentos e ainda há risco de outros animais serem infectados, comprometendo a produção de carne ou de leite. Por isso, as vacinas têm papel fundamental e auxiliam na garantia de bem-estar do rebanho.

boi

Monitoramento preciso

Um manejo inadequado e até mesmo a alteração da composição das vacinas para bovinos pode provocar uma perda de aproximadamente R$ 50 por cabeça, de acordo com o Projeto "Na Medida", da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). Considerando R$ 115 o preço da arroba do boi, a perda é de 43%.

Nesse cenário, a Bosch desenvolveu uma solução que conta com sensores de monitoramento de temperatura, umidade e incidência de luz. O sistema inclui ainda uma central para controlar as condições físicas do produto, gerenciar o inventário, coordenar as requisições de pedidos de compras e administrar toda a documentação – como declaração de vacinação e

receitas – e outras atividades relacionadas à criação de bovinos, suínos, aves e demais animais para fins alimentares. O controle de temperatura de vacinas, atualmente, é feito por um termômetro, com sistema de comando digital para ajuste e registro manual. Com a tecnologia da Bosch, esse controle passa a ser automatizado e em tempo real.

Mais do que isso, além da opção de mandar uma equipe rapidamente ao local, é possível atuar de forma remota para eventos inesperados e problemas no equipamento, como ajustar a refrigeração entre 2 ° e 8º Celsius e controlar a umidade.

“O produtor reduz perdas monetárias por inutilização de vacinas, garante a manutenção da qualidade desses produtos, controla o estoque e consequentemente melhora os padrões de saúde do rebanho”

diz Bruna Ferreira, desenvolvedora de novos negócios da Bosch Service Solutions.

“Temos uma central que funciona 24 horas, sete dias por semana, para acompanhar todo processo: desde a saída da indústria farmacêutica até a aplicação no animal. Isso inclui monitorar as condições da carga durante o manejo, transporte rodoviário e armazenagem na fazenda”, explica.

Compartilhe isso no: