Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48Icon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Icon--store-locator-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist

Este site utiliza cookies por motivos de funcionalidade, conveniência e estatística. Você pode alterar esta definição a qualquer momento, clicando em “Alterar definições.” Caso concorde com a utilização de Cookies, clique em "Sim, eu concordo".

Dilemas ecológicos - O que você está fazendo para ajudar o planeta?

Dilemas ecológicos

O que você está fazendo para ajudar o planeta?

Tempo de leitura: 6 minutos

A energia limpa, a otimização do sistema de consumo e de produção, e a conscientização sobre o descarte correto de resíduos são iniciativas que podem salvar o planeta

Como é bom aquecer os alimentos no micro-ondas, tomar banho no chuveiro elétrico ou ligar a TV para assistir à série preferida, não é mesmo? Mas você já imaginou como seria a sua vida sem energia elétrica? Saiba que essa é a realidade de quase 1 bilhão de pessoas em todo o mundo – 95% delas concentradas na Ásia e na África. E, de acordo com a Organização das Nações Unidas, esse número não deve melhorar tão cedo: a estimativa é de que em 2030 ainda existam 780 milhões de indivíduos sem acesso à eletricidade.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 7 – energia acessível e limpa – tem o propósito de assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos. E, para que isso aconteça,

reconhece a importância de “traçar metas focadas para disponibilizar energia elétrica, mas a partir de fontes limpas”. Desta forma, abre caminhos para aprimorar a vida das pessoas em todos os lugares.

Melhorar a qualidade de vida das pessoas é ponto-chave para a Bosch. Nossas soluções em aquecimento de água, além de reduzirem o uso de energia elétrica, oferecem a possibilidade de usar energia limpa. Os sistemas solares são a melhor opção, pois, em comparação aos elétricos, a economia é de 40% na conta de luz. Os chuveiros a gás vêm em seguida, com redução de 20% em relação aos elétricos.

Coletores solares

Por isso oferecemos soluções que vão ao encontro dos objetivos da ONU. A Bosch, líder mundial em sistemas de aquecimento solar, tem investido ainda mais nesse mercado. Os coletores solares Heliotek, empresa do Grupo Bosch, captam energia do sol para aquecer a água de casas, comércios, indústrias e piscinas. Além da economia e uso de energia renovável, outro benefício indiscutível desse sistema é a baixa emissão de gás carbônico na atmosfera, sem impacto ambiental.

Os sistemas solares são a melhor opção, em comparação aos elétricos, pois a economia é de 40% na conta de luz. Os chuveiros a gás vêm em seguida, com redução de 20%.

É tempo de reduzir o impacto ambiental

A temperatura da terra aumentou 1,02°C desde o século 19 e pode subir até 5°C até o fim desde século.

Muitas das mudanças climáticas que estamos vivendo hoje são resultados da influência humana, por meio do aumento da emissão de gases de efeito estufa pela queima de combustíveis fosseis, entre outros fatores como o desmatamento.

Mas existem diferentes formas para cada pessoa contribuir para a redução das mudanças climáticas, como fazer o descarte correto do lixo e fazer o uso consciente dos recursos naturais, por exemplo.

Não por acaso, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável abordam o tema. O ODS nº 12 – consumo e produção responsáveis – busca assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

"As mudanças climáticas são responsáveis pela alteração de 82% dos principais processos ecológicos existentes"

Saiba mais

E a Bosch, o que tem feito?

Nosso slogan “Tecnologia para a vida” não se aplica apenas ao nosso core business, mas também ao tema da sustentabilidade. Nosso objetivo é tornar as fontes renováveis de energia mais eficientes, a mobilidade sem emissões e sem acidentes e em todos os campos em que atuamos, desenvolver produtos ecologicamente corretos que preservem os recursos. Vemos a ecologia como um motor de inovação e um pilar do sucesso de nossa empresa.

Tratamento de resíduos nos conecta com a responsabilidade socioambiental

O Programa Genesis (Generate with Externals Synergies & Innovation Solutions) é uma ferramenta que permite aos parceiros Bosch enviar sugestões de melhoria e inovação no processo de desenvolvimento de novos produtos.

Ao avaliar e identificar os benefícios, a equipe Bosch passa a trabalhar em projetos mais sustentáveis, que vão desde a substituição de determinados materiais por versões mais sustentáveis, até o desenvolvimento de produtos com um ciclo de vida maior.

Gestão Ambiental

A política da Bosch para resíduos envolve duas frentes principais. Uma, reduzir a geração de materiais – na América Latina, a queda foi de 20% nos últimos dez anos (2007 a 2017). Outra, dar melhor destino aos materiais que são gerados. Neste caso, voltamos a falar sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O ODS nº 15 prevê “proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres".

Uma das principais iniciativas nessa área é o programa “Aterro Zero”, que venceu o Prêmio Melhores do Ano 2018, da Associação Brasileira de Facilities (Abrafac), na categoria Pessoa Jurídica.

Como o próprio nome diz, a iniciativa, implantada em 2016, busca apostar em alternativas para que nada seja enviado a aterros sanitários. O lodo

doméstico, as sobras orgânicas do restaurante e o material resultante das podas de jardinagem passaram a ser encaminhados para compostagem. Já́ elementos não recicláveis, como guardanapos sujos, adesivos e papeis plastificados, vão para o coprocessamento, que gera um composto que pode ser usado como substituto parcial de matéria-prima ou combustível na fabricação de cimentos. Por fim, o lixo da construção civil é enviado para a britagem, onde poderá ser reutilizado.

O grande diferencial é dar uma destinação adequada a todos esses itens e fazer isso de forma econômica para a empresa. É uma solução sustentável tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico.

Saiba mais sobre as políticas de sustentabilidade da Bosch acessando nosso relatório.