vista aerea de uma campo com uma estrada

Comunicação no agronegócio: como torná-la mais eficiente?

As áreas rurais costumam apresentar grandes distâncias e barreiras naturais, como montanhas e vegetação, que podem atrapalhar a comunicação entre a sede da fazenda e o operador que está no meio da plantação, por exemplo. Quem atua nesse segmento sabe o quão importante é operar com um sistema eficiente, seguro e capaz de atender às demandas de seus usuários.

Afinal, como encurtar essas distâncias e trazer mais agilidade para a comunicação sem perder em qualidade ou deixar uma informação de fora? Neste artigo, a Bosch traz para você reflexões sobre a comunicação no campo e respostas tecnológicas, de modo a otimizar o processo por meio das estratégias certas e como a tecnologia atua em todo esse processo. Boa leitura!

A importância da comunicação no campo

Quando se pensa em comunicação e modernidade, não se deve restringi-las apenas aos centros urbanos. É fundamental que os proprietários rurais, bem como todos os trabalhadores do campo, possam realizar um acompanhamento em tempo real e de forma veloz de tudo o que envolve o negócio.

Logo, a comunicação no campo tem uma tarefa essencial a cumprir: driblar as barreiras naturais de maneira a permitir a troca de informações em tempo real, independentemente do tamanho da propriedade e do local em que as pessoas se encontram.

Todas as fases do cultivo (desde o plantio até a chegada do alimento à mesa do consumidor) são interdependentes. Sendo assim, a comunicação e as tecnologias atreladas a elas são essenciais para alinhar todas essas etapas de cultivo.

Como otimizar a comunicação no campo

Os avanços tecnológicos têm permitido mudanças nos sistemas de comunicação que envolvem diretamente o agronegócio. Os desafios estavam especialmente pautados na falta de tecnologias adequadas para o campo ou mesmo pela dificuldade de implementação de algumas delas.

Uma lacuna que ainda existe é quando o rádio ou o celular não funciona e deixa o trabalhador incomunicável no meio da plantação ou pasto. Só para ter uma compreensão ampla, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mais de 70% das propriedades rurais não têm conexão com a internet. Com isso, há uma dificuldade de comunicação, visto que a conectividade não é eficiente.

De maneira geral, ter a tecnologia é crucial, mas precisa vir acompanhada de outras atitudes. A seguir, saiba como otimizar a comunicação no campo:

Foco na conectividade

Um dos principais focos de atenção quando se trata de otimizar a comunicação no campo está ligado à conectividade. Apesar de a tecnologia facilitar toda a comunicação no meio rural, ainda existem locais que sofrem com a baixa conectividade e também com a falta de equipamentos adequados. No Brasil, por exemplo, o problema está no sinal de celular (4G/5G) que não atinge todos os locais.

Portanto, é crucial a busca por interfaces que ajudem a contornar esse problema. Atualmente, já existem equipamentos de alto alcance que, mesmo em locais com barreiras de conectividade, conseguem fazer uma transmissão de qualidade, como é o caso dos rádios individuais. Com isso, os produtores conseguem cobrir uma área de controle maior.

Automatização de tarefas

A comunicação é um importante vetor de interligação entre o que acontece no campo e as tarefas a serem executadas por técnicos, trabalhadores no geral e produtores a partir das informações obtidas. Hoje, já é possível fazer o uso de sistemas de voz digital com repetidores interligados, inclusive fazendo uma segmentação por grupos.

Dessa forma, cada um receberá em seu rádio as informações das atividades pelas quais são responsáveis.

A automatização dos meios de comunicação também permite o aperfeiçoamento de processos de plantio, irrigação, monitoramento do animal no pasto e até mesmo do clima. Com um sistema interligado, o acompanhamento e a programação das ações no campo podem ser feitos à distância, sem necessariamente precisar ir até a plantação, por exemplo.

Uso das tecnologias certas

Os produtores que planejam aperfeiçoar sua produtividade devem focar no uso de soluções adequadas e que estejam alinhadas às suas demandas. A Bosch, atenta a isso, vem trabalhando há anos no aperfeiçoamento de suas tecnologias de comunicação que também podem ser utilizadas no campo. 

Para entender melhor sobre quais são essas tecnologias, é preciso esclarecer como um dos principais produtos da frente de comunicação atua no campo e qual é o impacto dele. A ideia é conectar os vários setores do campo em um único lugar, otimizando assim a troca de informações entre eles.

O papel da tecnologia

A tecnologia tem um papel importante na comunicação coletiva — é por meio dela que as ferramentas de contato, como o rádio, fluem sem que haja barreiras. Pensando nesse aspecto mais prático, o agropecuarista encara uma questão: como fazer esse contato no dia a dia? Como garantir que trabalhadores, muitas vezes espalhados em áreas gigantescas, consigam se comunicar de maneira fluida e confiável? Como operar o maquinário com eficiência? Tudo isso é um desafio para o agronegócio!

Para que haja o mínimo de ruído nessa comunicação, é preciso investir em tecnologias que dialoguem com a realidade do meio rural e promovam o tipo de conectividade que atende às necessidades do campo. A Bosch cobre alguns aspectos do áudio profissional por meio de uma linha de produtos, a fim de atender projetos de grande ou pequeno porte com precisão. 

A ideia é tornar todas as tarefas do cotidiano do campo mais ágeis ao facilitar o diálogo entre as pessoas, garantindo a elevada produtividade com a comunicação imediata das diversas frentes de trabalho.

Homem falando em um Telex Radio Dispatch

Telex Radio Dispatch

Uma das frentes de atuação da Bosch é a marca Telex, que desenvolve soluções em centrais de rádio. O Telex Radio Dispatch permite ao agropecuarista centralizar toda a informação da propriedade em um sistema único, controlado desde a central, facilitando a comunicação. A solução é totalmente personalizável e escalável para atender aos requisitos de qualquer propriedade.

Com um sistema verdadeiramente integrado, passa a ser possível, inclusive, ter sobre um mesmo guarda-chuva frequências (UHF e VHF) e integração com sistemas (rádios comunicadores, telefonia celular, VoIP) e sonorização.

Além de outras soluções como SAP (Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados), VMS (Video Management System) — que faz o gerenciamento de vídeos distintos, sejam eles analógicos ou digitais —, atendendo as necessidades e limitações de cada propriedade.

O Telex Radio Dispatch conta também com um sistema de sonorização para os caminhões, que permite centralizar o despacho das ordens de carregamento e descarregamento da central.

Além dos benefícios citados, vale a pena destacar que o sistema permite a otimização do número de funcionários responsáveis pelas operações, garantindo a elevada produtividade com comunicação imediata das diversas frentes de trabalho. É a comunicação no campo mais próxima, eficiente e eficaz.

Entre em contato com a Bosch para saber mais sobre o Telex Radio Dispatch e como adquirir essa tecnologia para o seu negócio! Não se esqueça de compartilhar este conteúdo nas redes sociais e por e-mail!

Interessado nas soluções Bosch para o Agronegócio?

Compartilhe isso no: