Ir para o conteúdo principal
Bosch no Brasil

União de expertises: parcerias estratégicas para promover a AIoT

União de expertises: parcerias estratégicas para promover a AIoT

Parcerias estratégicas são relevantes para o crescimento de qualquer organização atualmente, sobretudo nos ramos ligados à tecnologia e inovação, como Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA) ou a junção de ambos que resulta no conceito AIoT. Esse tipo de tática garante um crescimento sustentável do negócio e vantagens competitivas.

De forma geral, o mercado global entendeu os impactos de tais relações e buscou realizá-las nos últimos anos. Segundo a Open Startups, 1.635 startups estabeleceram parcerias estratégicas gerais no Brasil entre agosto de 2019 e 2020, número 20 vezes maior em 20 anos.

Por que estabelecer parcerias estratégicas?

Por que estabelecer parcerias estratégicas?

Devido à transformação digital ser complexa, dificilmente as empresas têm todas as habilidades e ferramentas necessárias para realizar esse projeto de forma completa, mesmo que tenha diversos talentos e competências. Isso porque a transformação digital envolve mudanças culturais, diferentes áreas do negócio e necessidade de modernizar processos de parceiros.

As parcerias estratégicas na área de AIoT surgem para solucionar esse impasse, de modo que elas suprem as carências restantes da empresa para promover sua inovação e modernização de forma completa. Por isso, uma colaboração pode ter diferentes finalidades, como digitalizar certa área do negócio, trazer escalabilidade às operações e melhorar o atendimento ao cliente.

Para estar conectado com o ecossistema de inovação, entender as necessidades do mercado, desenvolver novas ideias e inovação aberta, a Bosch inaugurou o Curitiba Connectory. Esse é um espaço de inovação aberta que funciona como uma plataforma de cocriação para impulsionar o desenvolvimento de soluções inovadoras e novos modelos de negócios que envolvam AIoT em diversos setores de atuação.

O Curitiba Connectory tem 4 áreas de foco:

  • Internet das Coisas
  • Mobilidade
  • Indústria 4.0
  • Inovação Aberta

Curitiba Connectory tem como foco os desafios relacionados a agronegócios, transformação digital, IoT, Indústria 4.0 e Inteligência Artificial. Essas são algumas oportunidades que você pode encontrar participando da nossa rede:

  • Experiências Educacionais;
  • Cocriação & Programas de inovação;
  • Aceleração de Projetos;
  • Tours.

Esse conceito faz parte do Connectory Global Network, que é baseado em 3 pilares:

  • Parcerias e cocriação;
  • Projetos corporativos;
  • Experiência educacional.

O Connectory é uma rede global com espaços físicos ao redor do mundo que seguem o mesmo conceito central, porém cada localidade possui suas particularidades, suas áreas de atuação e seu parceiro local. Hoje está presente em: Curitiba, Chicago, Guadalajara, Stuttgart e Xangai. A finalidade principal desta rede é fomentar a cultura de inovação e o mindset empreendedor, com o compartilhamento de experiências e conhecimentos, reunindo startups, instituições de ensino e empresas.

Como parcerias estratégicas ajudam a fomentar a AIoT?

Como parcerias estratégicas ajudam a fomentar a AIoT?

Para impulsionar a Inteligência Artificial das Coisas (AIoT), a Bosch criou o seu próprio Centro de Inteligência Artificial (BCAI), que opera em sete localidades no mundo e conta com cerca de 270 especialistas em IA que trabalham em 185 projetos relacionados a essa tecnologia.

Temos como exemplo prático as parcerias estratégicas entre fábricas e BCAI, que resultaram em uma solução universal de IA para manufatura. Na prática, usa-se o Nexeed Manufacturing Execution System (MES) para coletar, processar e analisar os dados automaticamente de diferentes fontes quase em tempo real.

Os valores investidos no BCAI foram recuperados em apenas três anos. Somado a isso, a Bosch almeja treinar 20 mil colaboradores em IA até o final de 2022 e fazer com que todos os produtos tenham IA ou sejam desenvolvidos

ou produzidos com a ajuda de IA até 2025. Como vemos, os investimentos da Bosch são contínuos para contribuir com a transformação digital, o desenvolvimento de tecnologias e a competitividade de seus negócios e parceiros.

A Bosch também está entre as 20 empresas globais que pesquisam IA. As suas principais áreas de atuação são: agronegócio, engenharia, manufatura (indústria 4.0), mobilidade, serviços, logística e segurança.

Outro investimento efetuado pela Bosch é no campus de IA em Tübingen, o Cyber Valley da Alemanha. Essa é uma joint venture de pesquisa que congrega indústrias, governos e entidades de ensino que foi feita com a finalidade de impulsionar a pesquisa avançada de IA e transferir rapidamente descobertas para aplicações industriais.

Como as parcerias estratégicas da Bosch colaboram para o desenvolvimento da AIoT?

A Bosch mantém diferentes parcerias para fomentar o desenvolvimento da AIoT no Brasil e no mundo. Conheça algumas delas:

Como as parcerias estratégicas da Bosch colaboram para o desenvolvimento da AIoT?

IPT – Centro de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial

Com foco na Indústria 4.0 brasileira, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em parceria com o setor privado e mais 28 universidades e instituições nacionais e internacionais, lançou a Plataforma IAsmin, um Centro de Inteligência Artificial. A Bosch é uma das parceiras desta iniciativa juntamente com Siemens, Siemens Energy, Braskem, Klabin e Stellantis. O objetivo é equipar o setor produtivo nacional com ferramentas avançadas, além de desenvolver e disponibilizar aplicações IA.

Senai Paraná - Hub de IA

Junto a 12 outras organizações, a Bosch é uma das patrocinadoras do Hub de Inteligência Artificial do Senai no Paraná. A sua finalidade é de acelerar a adoção de novas tecnologias pelas indústrias brasileiras, atuando como um Centro de Provas de Conceito de IA. Trata-se de um ecossistema que une startups que queiram experimentar e provar suas soluções de forma ágil, acessível e fácil.

PUC Paraná - Formação profissional

A Bosch também é parceira da PUCPR em uma iniciativa, que conta com o apoio da Hotmilk, o ecossistema de inovação da Universidade, com objetivo fomentar a inovação, por meio da qualificação de pessoas em programas de pós-graduação stricto sensu.

Ao todo, 19 colaboradores da Bosch integraram os programas de pós-graduação da PUCPR e se tornarão pesquisados nas áreas de IA, mecânica e ciência de dados. O grupo está desenvolvendo um sistema que utiliza a Inteligência Artificial e o machine learning (aprendizado de máquinas) para antecipar falhas de montagem na linha de produção da Bosch. Com essa tecnologia, a empresa será capaz de economizar tempo, reduzir erros e aprimorar a qualidade de seus processos.

Grupo PTV - aliança para melhoria da qualidade do ar

A Bosch e o Grupo PTV firmaram uma parceria em Stuttgart, Alemanha, com o intuito de buscar inovações para melhorar a qualidade do ar e reduzir as emissões provenientes do tráfego nas cidades. Dados precisos de emissões da Bosch agora estão disponíveis no software de simulação de tráfego PTV Vissim. Eles são gerados por meio da plataforma da Bosch Air Quality, baseada em nuvem, que se fundamentam em informações detalhadas de tráfego. No PTV Vissim, os planejadores de cidade e tráfego podem imediatamente ver como as diferentes mensurações do trânsito, como o controle de sinal adaptado, podem afetar as emissões do veículo e a qualidade do ar.

A empresas também estão planejando outros desenvolvimentos inovadores envolvendo informações de emissões geradas por meio de IA que serão integradas a partir da nuvem da Bosch nas várias soluções de software da PTV. Tudo pensando em uma variedade de aspectos dentro do conceito de "cidade inteligente", como localização ideal das estações de recarga, soluções de mobilidade sustentável, transporte de mercadorias e outros.

Microsoft - colaboração para desenvolvimento de “veículos definidos por softwares”

Em Stuttgart e Munique, na Alemanha, foi firmada uma união entre a Bosch e a Microsoft para o desenvolvimento de uma plataforma que conecta carros à nuvem. Esse projeto simplifica e acelera o desenvolvimento e a implementação de sistemas ao longo da vida dos veículos. Na prática, a plataforma permite que os módulos dos sistemas da Bosch — que incluem tecnologias relacionadas à IA — sejam enviados aos computadores dos veículos.

Firmar parcerias estratégicas é essencial para que uma empresa consiga desenvolver tecnologias e soluções AIoT. A Bosch já firmou diversas relações visando fomentar essa área e segue aberta para novas oportunidades e investimentos na área.

Interessado nas soluções Bosch para o AIoT?

Compartilhe isso no: