Ir para o conteúdo principal
Bosch no Brasil

Conheça o conceito de Smart Cities e saiba como funcionam

Conheça o conceito de Smart Cities e saiba como funcionam

O desenvolvimento de uma sociedade mais sustentável e inteligente tem tudo a ver com os avanços tecnológicos. Por isso, o conceito de smart cities se relaciona bastante com as soluções da Bosch, que tem um compromisso com a inovação para a transformação das cidades do futuro.

As também chamadas “cidades inteligentes” têm como alguns de seus pilares a eficiência energética, a promoção de qualidade de vida e a preocupação com sustentabilidade ambiental, social e econômica. Trata-se de um conceito que é a resposta para desafios dessa era, como os problemas ambientais e o crescimento expressivo da população urbana.

Para que você tenha uma ideia, estatísticas da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que, até 2050, mais de 70% da população mundial viverá em complexos urbanos. Assim, as smart cities são uma solução para atender à demanda populacional sem deixar de lado o desenvolvimento socioeconômico e a preservação ambiental.

A Bosch é uma das poucas empresas que combina um portfólio tão abrangente de soluções, conhecimento e experiência consolidada em sensores, softwares e serviços – tudo isso, a partir de uma única fonte e que podem contribuir para proporcionar uma qualidade de vida significativamente melhor nos centros urbanos no futuro próximo.

Quer entender melhor? Então continue a leitura!

O que é uma smart city?

Uma smart city é uma cidade eficiente, conectada e sustentável. Por meio de inovações tecnológicas, os projetos dessas cidades buscam proporcionar um ambiente urbano que promova o desenvolvimento humano, use os recursos naturais de forma sustentável e impulsione a economia local.

De acordo com o relatório Cities in Motion, elaborado pelo IESE Business School (Universidade de Navarra, Espanha), existem nove indicadores de inteligência urbana. São eles:

  • capital humano — estratégias para o desenvolvimento pessoal e profissional dos moradores, com foco na promoção de educação de qualidade e repertório científico e cultural;
  • coesão social — diz respeito ao senso de “pertencimento” da população, proporcionado por iniciativas como o desenvolvimento comunitário, a acessibilidade e o combate ao preconceito;
  • economia — trata-se das ações de incentivo à economia local, à criação de planos industriais estratégicos e ao estímulo ao empreendedorismo;
  • governança — esse indicador mede a eficácia da intervenção estatal na cidade, observando como se dá a gestão de recursos, a transparência e a ética governamental;
  • meio ambiente — a responsabilidade ambiental é um dos pilares das smart cities, portanto, são valorizadas iniciativas que ajudam a conter problemas ambientais e a garantir a sustentabilidade no uso de recursos;
  • mobilidade — a mobilidade urbana eficiente e bem-planejada otimiza a qualidade de vida da população, além de se relacionar com as preocupações com o meio ambiente;
  • planejamento urbano — entram nesse parâmetro as soluções para a conectividade e autossuficiência dos bairros, o planejamento de infraestrutura, o sistema de gestão de resíduos e a distribuição de energia, entre outros;
  • reconhecimento internacional — refere-se aos planos estratégicos de turismo e à infraestrutura para a promoção do reconhecimento internacional da cidade;
  • tecnologia — por fim, as smart cities têm a tecnologia como carro-chefe, já que o desenvolvimento tecnológico proporciona soluções para sustentabilidade, segurança pública, desenvolvimento humano etc.

Quais são os impactos da tecnologia e da inovação nas cidades?

Quais são os impactos da tecnologia e da inovação nas cidades?

O conceito das smart cities proporciona uma verdadeira revolução na perspectiva sobre o espaço urbano. Muito mais do que um local para abrigar pessoas, as cidades são vistas como um ambiente que, se bem-planejado, pode favorecer a sociedade em diversos níveis.

Para as pessoas, a tecnologia e a inovação no planejamento urbano são sinônimos de maior qualidade de vida e desenvolvimento humano. Afinal, por meio de soluções tecnológicas, é possível potencializar a oferta de serviços, a segurança, a educação, o bem-estar e muito mais.

Os avanços tecnológicos também são a espinha-dorsal dos negócios e indústrias atualmente. Por exemplo, por meio da Internet das Coisas (IoT), é possível utilizar dados para conectar sistemas, produtos e usuários, garantindo maior produtividade e eficiência energética.

Em resumo, a tecnologia e a inovação proporcionam, cada vez mais, o apoio a iniciativas e alternativas que tornam possíveis os três pilares da sustentabilidade — social, econômico e ambiental.

Como a bosch apoia a construção de smart cities?

A Bosch é uma das poucas empresas que combina um portfólio tão abrangente de soluções, conhecimento e experiência consolidada em sensores, softwares e serviços – tudo isso, a partir de uma única fonte e que podem contribuir para proporcionar uma qualidade de vida significativamente melhor nos centros urbanos no futuro próximo.

A empresa atua ativamente para preparar as cidades para o futuro oferecendo soluções para uma mobilidade inteligente, melhoria na qualidade do ar, mais segurança e conveniência para as pessoas.

Uma “cidade inteligente” é aquela que utiliza tecnologias inteligentes e em rede para facilitar nosso dia a dia. Elas nos permitem economizar tempo, utilizar novas formas de mobilidade e respirar um ar mais limpo. Em suma, as tecnologias no centro de uma cidade inteligente trabalham para melhorar a qualidade de vida geral de seus habitantes. Menos engarrafamentos, casas inteligentes e um uso eficiente de energia de edifícios são apenas alguns benefícios tangíveis.

Embora as smart cities já sejam realidade em alguns lugares, a ampla gama de soluções inteligentes da Bosch ensina nossas cidades a pensar de maneiras ainda mais útil e relevante. É uma realidade que vale a pena considerar; até o ano 2050, o mais tardar, 70 por cento da população viverá nos grandes centros. Descubra mais sobre cidades inteligentes aqui:

Qualidade do ar

A poluição do ar é um dos problemas mais sérios de muitas cidades, especialmente nos países emergentes. Os engenheiros da Bosch desenvolveram o “Climo” - um sistema para monitorar o clima e combater a poluição. Climo coleta e analisa dados relativos ao conteúdo de poluentes, umidade e concentração de pólen. As cidades podem usar os dados para introduzir medidas para melhorar a qualidade do ar, por exemplo, alterando os fluxos de tráfego.

Mobilidade urbana

Mais pessoas significam ruas e estradas mais cheias - há uma necessidade de ação quando se trata de mobilidade urbana. O portfólio de produtos da Bosch já inclui soluções e serviços de mobilidade inteligente. Existem sistemas de estacionamento conectado, carros autônomos, eletromobilidade e transporte multimodal. Por exemplo, os motoristas de automóveis não precisam perder tempo procurando vagas de estacionamento devido ao Community-based-Parking (CbP).

O veículo reconhece uma vaga de estacionamento ao se aproximar e passa os dados anonimamente para outros motoristas próximos por meio da nuvem, permitindo que o motorista se concentre em coisas mais importantes. Os motoristas que procuram uma vaga de estacionamento são, portanto, direcionados diretamente para a próxima vaga, sem perda de tempo. As pessoas estacionam rapidamente em um estacionamento de vários andares ou em qualquer outra vaga livre na rua, sem precisar dar voltas ao redor do quarteirão – com isso as emissões diminuem.

A Bosch já lançou vários projetos piloto para alcançar um avanço no estacionamento comunitário. Em 2018, a produção em série começou na Europa e nos EUA. Desde 2019, cidades adicionais foram inseridas ou já estão sendo planejadas.

Através da cooperação da comunidade e dos fabricantes de automóveis, o estacionamento comunitário representa uma solução que trará benefícios para todos.

Eficiência energética

O foco está em tecnologias de cidades inteligentes para aumentar a eficiência energética. Por exemplo, a "usina de energia virtual" - uma solução de software que permite que a energia de uma variedade de fontes predominantemente regenerativas seja combinada e controlada centralmente.

Esses avanços ajudam as cidades a reduzir as missões de CO₂. Em 2050, as fontes renováveis de energia deverão constituir 80% da matriz energética da Alemanha.

Segurança e proteção

Muitas pessoas se preocupam quando ouvem sobre arrombamentos em seu bairro ou quando têm que caminhar sozinhas pelo parque da cidade à noite. Câmeras de vigilância conectadas podem ser um impedimento contra o crime tanto na vida da cidade quanto na esfera privada. No caso de um incidente, as câmeras também identificam onde a ajuda é necessária. No entanto, não são apenas as câmeras, mas também os micro sensores que contribuem para fornecer maior segurança: um sensor de movimento detecta se alguém está arrombando janelas ou portas, por exemplo.

Como todas as câmeras da Bosch, as FLEXIDOME panoramic 5100i combinam IA integrada com a Internet das Coisas (IoT), oferecendo a capacidade de converter dados de vídeo em critérios valiosos com facilidade. Em aplicações de varejo, por exemplo, o tamanho compacto e a discrição das câmeras panorâmicas podem fornecer critérios que ajudam a reconhecer comportamentos suspeitos e rastrear uma pessoa ao longo de um corredor inteiro ou desde o caixa até a saída da loja. Em shoppings, uma única câmera panorâmica pode monitorar duas vitrines opostas em alta resolução. Em escolas e universidades, as câmeras panorâmicas podem fornecer uma visão geral completa e identificar situações incomuns em saguões, corredores, refeitórios e outras áreas.

Segurança e proteção

Edifícios mais protegidos e seguros, onde as portas são protegidas com leitores biométricos com o Access Management System 4.0 & Building Integration System 4.9.1.

A soluções oferece mais proteção contra ataques cibernéticos graças à melhor comunicação criptografada entre o Access Modular Controller e o software de servidor do Master Access Controller.

Quais são as principais cidades inteligentes do mundo?

De acordo com o relatório Cities in Motion, o ranking de 2020 das cidades mais inteligentes do mundo — de acordo com os parâmetros indicados — é:

1. Londres, Reino Unido;

2. Nova York, Estados Unidos;

3. Paris, França;

4. Tokyo, Japão;

5. Reiquiavique, Islândia;

6. Copenhague, Dinamarca;

7. Berlin, Alemanha;

8. Amsterdã, Holanda;

9. Singapura, Singapura;

10. Hong Kong, China.

Londres
Londres
Nova Iorque
Nova Iorque
Paris
Paris
Tokyo
Tokyo
Reykjavik
Reykjavik
Copenhagen
Copenhagen
Berlim
Amsterdam
Singapura
Singapura
Hong Kong
Hong Kong
/

Como você pode notar, essas são cidades já existentes que têm passado por projetos de revitalização e inovação. Porém, há também smart cities planejadas do zero, como Songdo, na Coreia do Sul, que foi totalmente pensada para ser sustentável e tecnológica. A cidade conta, por exemplo, com estações de recarga para carros elétricos e um sistema de gestão de resíduos exemplar.

No Brasil, há o projeto da Smart City Laguna, no Ceará, que deverá ser a primeira “cidade inteligente inclusiva do mundo”, de acordo com a proposta do empreendimento. Entre as soluções que fazem parte do projeto estão um sistema avançado de reaproveitamento de águas pluviais, rede subterrânea e inteligente de energia, larga rede de ciclovias, entre outras.

Diante desta leitura, você viu que as smart cities são uma tendência definitiva e refletem o uso de tecnologias sustentáveis, não é? Ao contar com a Bosch, você pode apoiar a implantação de soluções do futuro e fazer parte dessa transformação.

A Bosch está trabalhando para equipar cidades para o futuro oferecendo mobilidade inteligente, melhor qualidade do ar, mais segurança, conveniência e diversos outros serviços.

A evolução que vivemos atualmente com a digitalização, a mudança climática e a pandemia Covid-10 tem efeito profundo nas necessidades e desejos das pessoas. O fator crucial é pensar, agir e desenvolver soluções mais rápidas e eficientes – e a AIoT contribui com isso. Isso é tecnologia para a vida.

Interessado nas soluções Bosch com AIoT?

Compartilhe isso no: